Refinanciamento de Imóvel – Quanto Consigo Pegar Emprestado?

Refinanciamento de Imóvel

Refinanciamento de Imóvel é um jeito fácil de se conseguir empréstimo sem se desfazer do seu bem, ele é usado para quando um cliente necessita de um empréstimo no mercado no valor alto. Nele, o tomador do empréstimo entrega a casa como garantia para obter dinheiro junto a Instituição Financeira, que usa esse bem para assegurar o cumprimento da dívida.

Uma das vantagens desse tipo de refinanciamento é que como a Instituição Financeira tem uma segurança que é o próprio imóvel do beneficiário do empréstimo, ela aplica nas prestações futuras, juros e taxas mais baixas.

Quanto Consigo Pegar Emprestado?

O Refinanciamento de imóvel é o empréstimo no mercado que mais possibilita o tomador do empréstimo levantar o maior volume de recursos no mercado, contudo ele só é válido para valores mais altos de empréstimo. Geralmente ele é concedido para pessoas com alta renda ou que precise salvar alguma dívida com um valor muito alto, não sendo liberado para uma dívida menor do dia-a-dia, para isso faça um empréstimo pessoal ou um empréstimo consignado.

Nessa modalidade de empréstimo, bancos e financeiras costumam liberar 50% do valor do imóvel, isto é, se seu imóvel custa R$ 500 mil, você pode conseguir uma liberação de crédito no valor de R$ 250 mil reais, dando a casa como garantia do empréstimo, porém existem instituições em que é possível conseguir até 60% do valor total do imóvel.

Quer saber quais instituições liberam até 60% do valor do imóvel para o seu Refinanciamento? Acesse: www.moneyshop.com.br e faça uma simulação de empréstimo.

Esse valor limite é a linha de base praticada por bancos e financeiras, mas isso não significa que ao solicitar o empréstimo, você consiga a liberação total do valor, primeiramente é preciso passar por uma análise de crédito feito pelas instituições, até porque existe uma outra análise feita que é a sua renda, o teto do seu refinanciamento não pode comprometê-la, sendo liberado um crédito com parcelas de pagamento mensais de no máximo 30% da renda bruta para o beneficiário do empréstimo.

No Refinanciamento de imóvel também é possível juntar as rendas com a de seus familiares. Caso um casal tenha uma casa juntos, registrada no nome dos dois, e a soma da renda destes somam ao mês 10 mil reais por mês, é permitido que as prestações do refinanciamento sejam feitas no valor de 30% sobre a soma do salário dos dois, facilitando assim o empréstimo.

Deixe uma resposta